Arquivo de 'Pesquera – uma grande família de pessoas e vinhos' Category

Jul
21

Pesquera – uma grande família de pessoas e vinhos



Pesqura dois

Participei de ótima e deliciosa degustação de vinhos na semana passada, com as famílias Pesqueras, digo famílias porque considerei  a família pessoal e a família comercial. A pessoal com os simpáticos, grande enólogo e incansável inovador da região da Ribera Del Duero, Alejandro Fernández e sua filha Eva, a atual enóloga do grupo. A família comercial eu quis dizer as várias  empresas produtoras de seus excelentes vinhos em próximas regiões na grande Castilla-León, com denominações de origens diferentes: Tinto Pesquera e Condado de Haza, com “D.O. Ribera Del Duero”, Dehesa La Graja um “de La Tierra de Castilla Y León”, e El Vínculo, um “De La Mancha”.

Provamos:

  • Alejairén 2008 – Airén El Vínculo – De La Mancha – Espanha

Um delicioso branco com 100% de uvas locais Airén, com inovador estágio de 2 anos de barricas de carvalho, aromas muito intensos.

Bonita cor dourada.

Muito intenso e agradável aroma leve frutado e boa madeira defumada e baunilhada.

 

Na boca, muito bom, acompanhadas das sensações aromáticas, madeira, defumação, fruta leve, branco bem encorpado.

 

  • Dehesa La Granja 2004 – De La Tierra de Castilla y Léon – Espanha

 

Rubi escuro

Frutado e maduro nos seus aromas

Na boca mostrou-se fino, elegante, tânico gostoso, frutado, complexo e bem seco no ataque na boca.

 

  • Condado de Haza 2007 Ribera Del Duero Espanha

 

Cor rubi um pouco claro

Aromas deliciosos, frutas, floral, madeira e menta.

Na boca é bastante delicado e elegante, corpo leve mas muito agradável, frutas e madeira bem integradas.

 

  • Pesquera Crianza 2008 Ribera Del Duero – Espanha

 

Cor ainda um manto púrpura devido sua juventude

Aromas bem fechados, também provavelmente por sua juventude.

Na boca é leve, delicado e elegante ainda sem complexidade, embora frutado e curto, também está na sua ainda infância. Perguntei para o Sr. Alejandro Fernández com qual a idade que recomendaria beber seus vinhos e a resposta foi: no momento o mais velho possível, os primeiros produzidos no ano de 1982 são os melhores no atualmente!!

 

  • Pesquera Reserva 2007 Ribera Del Duero – Espanha

 

Rubi

Delicado, elegante, leve, mas rico nos aromas.

Na boca com as características dos aromas, com madeira encobrindo as frutas.

 

  • El Vínculo Paraje La Golosa 2002 Gran Reserva

 

Cor rubi ainda sem bordas maduras

Aromas, muito delicado e elegante, mineral, com tênue verniz enriquecedor e menta tudo envolvido, excelente.

Na boca muito bom, taninos delicados, elegante, longo, sem peso, mas com bom corpo, vá entender! mágicas dos artesões.

 

  • Pesquera Janus 2003 Gran Reserva Ribera Del Duero – Espanha

 

Um vinho dito mítico, somente produzido em safras grandiosas, não era produzido desde 1995.

Cor rubi escuro

Muito fino, com frutado mínimo, envolvido pela madeira, sem encobri-las.

Na boca: bom, estruturado, elegante, frutado, complexo, longo e tânico pela sua juventude.

 

Todos foram ESCOPETAS no meu critério, são realmente caros, mas vinhos excepcionais custam caro. Os dois últimos foram os que mais me impressionaram.

Não estimamos seus preços, pois a Mistral não os têm todos disponíveis; foi uma degustação promocional e educativa. Outras safras já se encontram disponíveis.

 

www.mistral.com.br

Rua Rocha, 288 – CEP 01330-000 – São Paulo – SP – Telefone: (11) 3372.3400

 

 

 

 

 

 

  

Theme Distributed by Rock Kitty and Wordpress Themes