Arquivo de 'Barolos' Category

Dec
8

Barolos, Barbarescos e Barberas do Piemonte.



 

 

 

Vinhos e gastronomia Piemontesa

Vinhos e gastronomia Piemontesa

 

 

 

 vinhos Batasiolo

 

O Piemonte é mesmo uma privilegiada região de comilanças e bebilanças. Para ser curto, somente suas trufas brancas seriam suficientes para consagrar sua altíssima posição no mundo da gastronomia. Seus vinhos saborosos incluem dezenas de uvas com sabores e aromas invejáveis, mas as mais famosas são mesmo as uvas Nebbiolo e Barbera para os tintos, e as características Moscato e Arneis para os brancos que dispensariam quaisquer outras mais.  Repetindo, na região outras dezenas de uvas produzem deliciosos vinhos.

Falei dessas uvas porque anteontem fizemos, junto com blogueiros e jornalistas, agradável e interessante degustação dos vinhos do Piemonte,  da conceituada empresa, a Vinicola Beni di Batasiolo.

Muito agradável noitada com jantar no restaurante Magari, com degustação comandada pelo meu velho amigo, já meio brasileiro por tantos anos que aqui residiu, hoje residindo em seu lindo país de origem, a Itália, o Angelo Fornara.

Grandes surpresas nos vinhos, os brancos poder-se-ia dizer mais conservadores, sem grandes surpresas: jovens,  gostosos e clássicos, frescos e frutados.

Já os tintos surpreendentes modificações: os Barberas que há poucos anos se consumiam super jovens, tendem a serem barricados e podendo até serem amadurecidos; os Nebbiolos, leia-se Barolos e Barbarescos, mais espantosamente ainda , estão prontos para o consumo com meia dúzia de anos (pelo menos os degustados) na verdade parece que a modernização do estilo na região é de estarem prontos mais jovens, até há pouco anos necessitavam de 20 ou mais anos…

Uma curiosidade do Piemonte. As colinas e vinhedos dos Barbarescos são levemente mais baixas que as dos Barolos; os vinhedos são arenosos, os dos Barolos mais pedregosos. Outra diferença é que as barricas dos Barbarescos são maiores, de 500 litros e seus vinhos ficam 12 meses, marcando menos os seus vinhos com a madeira, as dos Barolos são francesas de 225 litros e ficam 24 meses, intensificam o efeito da madeira. Provamos os seguintes vinhos:

 

  • Pinot Chardonnay Spumante Brut

De Pinot Bianco 60% e Chardonnay 40

Bolhas finas e abundantes, aromas frutados das brancas, toque cítrico escondido.

Na boca com frutado das maçãs, picante e boa acidez, um tantinho de amargor.

 

Um Espadilha

 

Preço R$ 53

 

  • Roero Arneis 2008 DOCG

Branco, com 100% da Arneis, clarinho de cor e aromas leves da baunilha e frutado das maçãs, ainda com leve floral .

Sabor leve e delicado, bom frutado, e certa mineralidade, insistiu o comentarista da empresa.

 

Um Espadilha, já carinho.

 

Preço R$ 87

 

  • Barbera D’Alba 2007 Sovrana 2007 DOCG

 

Barbera 100%, rubi escurinho

Aromas agradáveis e frutados, intenso, mínima madeira.

Na boca é delicado, elegante, leve, frutado, finos taninos, boa acidez, a madeira passa um pouco.

É um Espadilha.

Preço R$ 77

  • Barbaresco 2006 DOCG

Nebbiolo 100% com cor rubi claro.

Aroma muito agradável, frutado, tantinho de frutas secas, floral, rosas e violetas, já disse que a violeta brasileira não tem aromas, características ditas típicas do Nebbiolo.

Na boca é muito bom, já mais tânico no ataque, mas bem redondo, bom de corpo, álcool bem equilibrado pelos 14°, final com doçura.

É um Escopeta justo

Preço R$130

  • Barolo 2004 DOCG Vigneto Boscareto

Rubi leve claro

Aromas bosque, animal com fungo, com elegância.

Boca também animal, bosque, já transformados os frutados, corpo bom, redondo, com elegância.

É um escopeta

Preço  de grandes Barolos R$ 330

  • Barolo 2004 Vignedo Corda della Briccolina DOCG.

Rubi claro.

Aromas com as características do anterior animal, champignon, fundo de bosque, frutos leves, muito agradável.

Na boca é muito gostoso, tânico, equilibrado, encorpado com fineza e elegância, longo.

 

É um Escopeta.

 

Preço R$ 438 para quem pode

 

  • Moscato Passito 2006 Muscatel Tardi

 

Uma versão de colheita tardia, e ainda com desidratação após a colheita.

       Cor amarelo claro.

Aromas e sabores das uvas passas, moscatel, boa doçura, agradável, mas modesto de complexidade.

È um Espadilha, caro.

 

Preço R$ 330 com 500 ml.

Todos importados pela Max Brands  www.mxbrands.com.br e vendas em vários empórios da cidade.

Theme Distributed by Rock Kitty and Wordpress Themes